You are here

Vendo o mundo através dos ouvidos

26 Oct 2017

Comunicado de imprensa

E se você pudesse ver com os ouvidos? Esse é o desafio que o cientista israelense Amir Amedi assumiu com o apoio do Conselho Europeu de Investigação (ERC). O resultado é uma « app » para pessoas cegas que funciona em qualquer smartphone.

Cerca de 50 anos atrás, um neurocientista americano tentou fabricar uma máquina que daria às pessoas cegas uma noção do mundo a partir de pequenos impulsos elétricos recebidos na língua. Hoje, em Israel, o cientista Amir Amedi poderia estar prestes a comercializar um dispositivo para os cegos "ouvirem" as vistas ao redor deles.

E688826D-FF71-4B45-9179-10313C79686C

Professor Amir Amedi com o aparelho Eye Music. Foto: Eyal Toueg
Mais fotos aqui

Usando o aparelho EyeMusic , as pessoas cegas podem descrever caras, ler as emoções de outras pessoas, reconhecer posturas corporais e detectar cores.  Os objetos altos são representados por sons agudos enquanto que os objetos baixos são representados por sons mais graves. A largura de um objeto é representada pela duração de um som e as cores são transmitidas pelos diferentes instrumentos musicais. Ainda que estas messagens tem pouco a ver com música, dez horas são suficientes para aprender esta nova lingua – embora mais tempo é preciso para a utilizar com fluidez.

 Tali (completamente cego desde os 3 anos de idade) depois de 22.5 horas de formação com Eye Music 
  •  “É como aprender uma nova lingua.” 
  •  “Sinto que é quase como decodificar algo” 
  •  “Às vezes, Imbar [cego do nascimento] e eu ouvimos uma música e dizemos 'oh, isso soava como a cor branca!’”

O professor Amir Amedi, saxofonista de jazz, é um cientista internacionalmente reconhecido com quinze anos de experiência no campo da plasticidade cerebral e integração multisensorial e um interesse especial na reabilitação visual. É professor associado do Departamento de Neurobiologia Médica da Universidade Hebraica e do Centro Cerebral ELSC de Jerusalém. 

A investigação do professor Amir Amedi é um dos projetos sobre os sentidos financiados pelo Conselho Europeu de Investigação (ERC), a agência europeia para a investigação de fronteira.

Produzimos um artigo interativo sobre o projeto científico do Professor Amedi que està disponível no site ERC=Science², uma campanha de comunicação que usa temas científicos populares como a longevidade e a alimentação para difundir a investigação financiada pelo ERC e o impacto que pode ter na sociedade. A história sobre Amir Amedi é a primeira de uma série de artigos sobre os sentidos a serem publicados nas próximas semanas no site ERC=Science². 

Leia o artigo interativo sobre Amir Amedi aqui. A partir do link do Eye Music neste artigo, pode fazer um upload de uma imagem e ouvir a “tradução” em som!  

Sobre o European Research Council 

A missão do ERC é promover os estudos científicos de mais alta qualidade na Europa através de financiamento competitivo e apoio à investigação de fronteira em todos os campos, com base na excelência científica. O ERC procura ajudar a produzir novas e imprevisíveis descobertas científicas e tecnológicas - o tipo que pode ser a base de novas indústrias, mercados e inovações sociais mais amplas do futuro. As bolasas do ERC são concedidas pela Comissão Europeia. O único critério de seleção é a excelência científica.

Não hesite em contactar-me se quiser uma entrevista com o investigador, Amir Amedi.

Diane M. Fresquez
Media Consultant
Tel: +32 2 304 7577
Mobile: +32-496-613026
diane.fresquez@sciencebusiness.net

 

 

Newsletter


Subscribe to read about Europe's next eureka moments!